Coral Vivo participa de colegiados e conselhos municipais nos âmbitos local, regional e nacional


dezembro 2021


Você já se perguntou qual a importância de o Coral Vivo atuar em Políticas Públicas? Nas Políticas Públicas reside o exercício da cidadania plena por meio da participação e do controle social com a possibilidade de alcançarmos sustentabilidade socioambiental e socioeconômica na conservação marinha, em especial de ambientes coralíneos.
 
O Projeto Coral Vivo atua em coletivos gestores ambientais locais, regionais e nacionais, bem como em fóruns de Políticas Públicas. Em âmbito nacional, participa do GT-Mar da Frente Parlamentar Ambientalista, dos Grupos de Apoio à Mobilização da Década da Ciência Oceânica nas Regiões Nordeste e Sudeste, do Painel Mar e do Programa Horizonte Oceânico Brasileiro, além de contribuir com o Projeto Político Pedagógico da Zona Costeira e Marinha do Brasil, mobilizando e educando para o engajamento da sociedade para ações em prol da cultura oceânica.
 
Participa ainda em coletivos regionais, na Frente Parlamentar Ambientalista Mista do Extremo Sul da Bahia, na Coalizão-Mar do Rio de Janeiro e na Câmara Técnica de Turismo da Costa das Baleias. Além de apoiar nos Conselhos Municipais de Meio Ambiente de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália (BA) e nos Conselhos e Câmaras Técnicas de Unidades de Conservação, como o Parque Municipal Marinho do Recife de Fora, o Parque Municipal Marinho de Coroa Alta e a Reserva Extrativista de Corumbau, todos também localizados no Estado da Bahia.
 
Como resultados, além das contribuições técnicas, o Coral Vivo alcança a emissão de normas legais como as de proibição de uso de plásticos de uso único e boas práticas de gestão em unidades de conservação.
 
Siga acompanhando as notícias do site e as redes sociais do Coral Vivo para conhecer mais sobre o trabalho desenvolvido pelo Projeto no Brasil.

OUTRAS NOTÍCIAS