Seres dos Recifes

Gramma brasiliensis

Cerca de 20% dos peixes que habitam os recifes brasileiros são endêmicos, ou seja, só existem aqui! Embora bastante valorizados no aquarismo há décadas, alguns desses coloridos peixinhos foram descobertos pela ciência apenas recentemente. Por conta da pressão pesqueira e distribuição geográfica restrita, associada à degradação e destruição dos recifes de coral, alguns dos nossos mais belos peixes estão ameaçados de extinção, como o Gramma brasilensis. O Grama vive entre os corais e tocas formadas nos recifes. São peixes que atingem no máximo 15 cm de comprimento e comem pequenos invertebrados trazidos pelas correntes até suas tocas. Ao encontrar esses introvertidos peixinhos, que quase sempre ficam de cabeça pra baixo, procure ficar parado, pois, embora tímidos, são curiosos e logo saem para observar os mergulhadores.

Texto e foto: Cláudio L.S. Sampaio – Museu de Zoologia da Universidade Federal da Bahia

Mais Seres

  • Esponja de fogo (Tedania ignis)
  • Aplysia ou lebre-do-mar (Aplysia dactylomela)
  • Gorgônia-de-fogo
  • Estrelas-cesto
  • Gorgônia rabo-de-macaco
  • Gramma brasiliensis
  • Galhado Branco (Lophelia pertusa)
  • Baba-de-boi