Voltar

Notícias

Tartaruga está sob cuidados do Ibama após golpes de facão

24 de fevereiro de 2016

Atingida por golpes de facão no domingo, dia 21, a tartaruga salva por grupo de pessoas em Porto Seguro está em estado grave. Segundo informações apuradas com o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama, o veterinário está contendo a hemorragia e não há condições de transportá-la porque os cuidados estão sendo feitos perto do mar. É uma fêmea em período de desova e está com cortes na cabeça e no casco.

Tartaruga | Foto Projeto Tamar

Tartarugas desovam em épocas quentes no Nordeste e Sudeste | Foto Projeto Tamar

“As tartarugas estão presentes em toda costa brasileira e, na Costa do Descobrimento (BA), elas estão associadas aos recifes de coral, que servem de proteção, descanso e fonte de alimento. Elas desovam em épocas quentes na região do Nordeste e Sudeste”, explica a coordenadora Regional Bahia do Projeto Coral Vivo, Flávia Guebert, oceanógrafa especialista em tartarugas.

Recebemos contato pela página do Coral Vivo no Facebook. A pessoa prefere não se identificar e nos relatou que estava se exercitando na orla com um amigo, quando um casal de turistas vinha correndo na direção deles. Enquanto o homem pediu ajuda para a polícia, a mulher contou para eles que viram os golpes de facão na tartaruga, e o agressor estava acompanhado de uma criança de uns 10 anos e da mulher. Nesse momento, a família fugiu. “Eles achavam que a tartaruga estava morta. Sou muito curioso e apaixonado por animais, então, fui lá ver. Ao chegar ao local percebi que ela estava viva, daí retornei à polícia que fazia uma blitz próxima à ladeira do Outeiro da Glória e reforcei o pedido de socorro. Nesse tempo que me ausentei, o pessoal que estava lá vigiando a tartaruga disse que uma caminhonete branca parou no local e ao avistá-los saiu em disparada. Provavelmente, era a pessoa que tinha ido buscar ajuda para levar a tartaruga… Daí, aguardamos pela chegada da polícia”.
Além de situações limites como esta da pessoa tentar matar a tartaruga, é possível se deparar na área com outras tartarugas que buscam a costa para pôr seus ovos. Como é uma região turística, especialistas precisam ser acionados para protegê-los.

Seguem telefones úteis para a região da Costa do Descobrimento (BA):
Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental de Porto Seguro (CIPPA/PS): (73) 3274-1107, (73) 3274-1188, (73) 99807-1353.
Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), do Ibama: (73) 3281-1652.

:::::::::::::::::

Atualização da notícia: Infelizmente, a tartaruga não resistiu aos ferimentos profundos. Em março de 2016, ainda não se sabe quem cometeu esse crime ambiental, nem quem deu os golpes de facão e nem quem encomendou a tartaruga.

Redação Projeto Coral Vivo.

Tags relacionadas